Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Presidente nacional do Solidariedade é alvo da PF por desvio de R$ 36 milhões

O presidente nacional do Solidariedade, Eurípedes Júnior, é um dos sete alvos de mandado de prisão que estão sendo cumpridos pela Polícia Federal nesta quarta-feira, 12, no âmbito da Operação Fundo no Poço.

A PF investiga o desvio de R$ 36 milhões do fundo partidário e eleitoral nas eleições de 2022. Segundo as autoridades, o partido teria utilizado candidaturas laranjas ao redor do país, superfaturado serviços de consultoria jurídica e desviado recursos partidários destinados à Fundação de Ordem Social (FOS) – fundação criada pelo PROS, partido que se fundiu com o Solidariedade.

Além de Eurípedes, outros ex-dirigentes e ex-candidatos da sigla nas eleições de 2022 também são alvos da operação. O partido ainda não se posicionou sobre as acusações.

Segundo a corporação, as investigações tiveram início após uma denúncia de Marcus Vinícius, então líder do partido.

“Os atos de lavagem foram identificados por meio da constituição de empresas de fachada, aquisição de imóveis por meio de interpostas pessoas, superfaturamento de serviços prestados aos candidatos laranjas e ao partido”, informou a PF.

Além dos sete mandatos de prisão, os agentes cumprem 45 mandados de busca e apreensão nos estados de Goiás e São Paulo e no Distrito Federal, além de bloquear R$ 36 milhões e “sequestrar” judicialmente 33 imóveis, desferidos pela Justiça Eleitoral do DF.

Os suspeitos de integrarem a organização criminosa são investigados pelos crimes de lavagem de dinheiro, furto qualificado, apropriação indébita, falsidade ideológica eleitoral e apropriação de recursos destinados ao financiamento eleitoral.

[the_ad_group id="136"]