Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Sem nome de  Cida Ramos, Instituto Veritá registra pesquisa de intenções de votos para Prefeitura de João Pessoa

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) registrou neste domingo (9) mais uma pesquisa de intenções de voto para Prefeitura de João Pessoa. O levantamento de intenções de voto será elaborado pelo Instituto Veritá entre os dias 10 e 14 de junho. A previsão é que 1.002 pessoas sejam entrevistadas.

A pesquisa consiste na realização de entrevistas individuais, com a aplicação de questionário estruturado junto a uma amostra representativa do eleitorado de João Pessoa.

O resultado será divulgado no dia 16 de junho. O valor da pesquisa foi avaliado em quase R$ 40 mil. O estatístico responsável é Guilherme Alvarenga Laia.

O questionário da pesquisa

As perguntas consistem em uma espontânea e outra estimulada. Na espontânea, o Instituto Veritá faz a seguinte pergunta:

“Em outubro teremos eleição para Prefeito, se a eleição fosse hoje em quem o (a) sr (a) votaria para Prefeito de João Pessoa?” (Espontânea).

Por sua vez, na estimulada, a pergunta sugeri seis nomes de pré-candidatos, além das opções de branco/nulo, ou não sei.

“Se a eleição fosse hoje e estes fossem os candidatos a Prefeito de João Pessoa, em qual deles você votaria?” (Estimulada)

50 – Celso Batista – PSOL
11 – Cícero Lucena – PP
13 – Luciano Cartaxo – PT
22 – Marcelo Queiroga – PL
20 – Ruy Carneiro – Podemos
30 – Sérgio Queiroz – Novo
90 – Branco/nulo
0 – NS/NR

Cida Ramos fica de fora

A deputada Cida Ramos do PT, que vinha sendo cotada como pré-candidata em João Pessoa.

Nesta segunda-feira (10), a deputada divulgou uma carta direcionada ao grupo de trabalho eleitoral do PT nacional, dizendo que não autoriza colocar o nome dela em pesquisa alguma para a disputa pela prefeitura de João Pessoa; desistindo assim da disputa na capital.

Cartaxo indicou o Instituto, afirma Cida

Em entrevista ao Programa de Heron Cid, na Rede Mais, Cida afirmou que o Instituto Veritá foi indicado por Luciano Cartaxo. “Foi definido que o diretório municipal e estadual e os dois candidatos conduziriam o processo. O outro postulante não aceitou. Todo Instituto de pesquisa ele não aceitava. Só aceitou quando foi o que ele indicou”.

Fonte: Gutemberg Cardoso/Polêmica PB