Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Após cirurgia, juiz autoriza acompanhante para padre Egídio e pede parecer do MPPB sobre prisão domiciliar do religioso

O juiz José Guedes Cavalcanti Neto, da 4ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba, autorizou que o Padre Egídio de Carvalho tenha direito a um acompanhante durante o tratamento pós-operatório na Unimed João Pessoa. O sacerdote está internado desde o último sábado (13) após a realização de um procedimento cirúrgico.

A defesa também pleiteava a concessão para prisão humanitária domiciliar. O magistrado, no entanto, pediu que o Ministério Público da Paraíba se manifeste sobre o pedido em até cinco dias para decidir se dá o benefício ou não.

Egídio está preso desde novembro do ano passado no âmbito da Operação Indignus, que apura a suspeita de desvios de recursos milionários do Hospital Padre Zé, unidade que era dirigida por Carvalho.