Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Fugitivos de Mossoró são capturados no Pará após 50 dias

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (4/4) os fugitivos de Mossoró (RN) Deibson Nascimento e Rogério Mendonça. Os dois foram encontrados no estado do Pará e estavam foragidos há 50 dias, desde que conseguiram fugir da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, na madrugada do dia 14 de fevereiro.

Os presos teriam conseguido fugir por meio de um buraco na luminária de suas celas, que são individuais. Eles teriam encontrado um alicate da reforma que ocorria no local e fugido a pé. De acordo com a investigação, os dois ficaram ao menos 30 dias sem revista nas celas e a falta de fiscalização possibilitou que eles utilizassem uma espécie de chapa de 20 cm para abrir o buraco e deixarem o local.

“Na tarde desta quinta-feira (4), em uma ação conjunta das polícias Federal e Rodoviária Federal, foram presos, em Marabá (PA), os foragidos do Sistema Penitenciário Federal Rogério Mendonça e Deibson Nascimento”, confirmou o Ministério da Justiça e a PF, em nota conjunta.

Os presos teriam conseguido fugir por meio de um buraco na luminária de suas celas, que são individuais. Eles teriam encontrado um alicate da reforma que ocorria no local e fugido a pé De acordo com a investigação, os dois ficaram ao menos 30 dias sem revista nas celas e a falta de fiscalização possibilitou que eles utilizassem uma espécie de chapa de 20 cm para abrir o buraco e deixarem o local.

“Na tarde desta quinta-feira (4), em uma ação conjunta das polícias Federal e Rodoviária Federal, foram presos, em Marabá (PA), os foragidos do Sistema Penitenciário Federal Rogério Mendonça e Deibson Nascimento”, confirmou o Ministério da Justiça e a PF, em nota conjunta.


Durante o período em que estavam foragidos, Deibson e Rogério teriam recebido ajuda de pessoas do lado de foram do presídio. Ao menos cinco delas foram presas pela PF. A fuga dos dois foi a primeira registrada na história do sistema penitenciário federal.6Durante o período em que estavam foragidos, Deibson e Rogério teriam recebido ajuda de pessoas do lado de foram do presídio. Ao menos cinco delas foram presas pela PF. A fuga dos dois foi a primeira registrada na história do sistema penitenciário federal.