Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

João Azevêdo autoriza ordem de serviço para obra do contorno de Areia com investimentos de R$ 17 milhões

O governador João Azevêdo autorizou, nesta quarta-feira (14), a ordem de serviço para início das obras de implantação e pavimentação do contorno de Areia, no Brejo paraibano. Os serviços representam investimentos de R$ 17 milhões de recursos próprios do estado e compreendem uma extensão de 7,1 Km.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual ressaltou a importância da obra, que representa o atendimento de uma demanda da população. “Esse é um investimento fundamental para a cidade porque fará com que os veículos pesados não circulem pelo Centro, protegendo, dessa forma, o patrimônio histórico do município. Nós temos um programa de infraestrutura rodoviária de R$ 3 bilhões, sendo quase a totalidade de recursos próprios do estado, que está levando mais desenvolvimento, movimentação da economia e geração de emprego e renda”, frisou.

O superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba (DER-PB), Carlos Pereira, evidenciou a complexidade da obra e a mudança que ela proporcionará a quem trafega no local. “Essa é uma estrada que há muito tempo era solicitada pela população do Brejo porque naquele local há muitos engarrafamentos. Vamos iniciar a obra imediatamente para entregá-la no final de 2025, o que irá melhorar a fluidez do tráfego da região”, comentou.

O deputado estadual Tião Gomes destacou o impacto da obra para a economia de Areia. “Essa estrada vai mudar o futuro da nossa cidade, conhecida pela sua tradição e cultura, tombada pelo Patrimônio Histórico. O Contorno irá aliviar um problema de trânsito que temos e irá impulsionar o nosso turismo, que vem crescendo e alavancando nossa economia. Somos gratos ao governador João Azevêdo por mais essa obra no município que já recebeu mais de R$ 120 milhões de recursos do estado”, falou.

Dentre os principais objetivos da obra estão a proteção do patrimônio histórico e cultural da cidade; retirada do proteção do patrimônio histórico e cultural da cidade; retirada do tráfego de caminhões do perímetro urbano da cidade; redução do tempo de viagem e os índices de acidentes de trânsito; melhoria da logística de transporte na área de influência da rodovia e da mobilidade urbana; e promoção do desenvolvimento econômico e elevação da qualidade de vida da população local.

Estão previstos serviços de execução de terraplenagem em cortes e aterros, implantação do sistema de drenagem para escoamento de águas pluviais, pavimentação da pista de rolamento e acostamentos, sinalização horizontal e vertical, colocação de defensas metálicas, recuperação de áreas degradadas e paisagismo.