Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Imagineland 2024 promete ‘ocupar’ João Pessoa com atrações internacionais e novidades na cultura pop

Com presença do governador João Azevêdo e do prefeito da Capital, Cícero Lucena foi lançado oficialmente nesta sexta-feira (2), o Imagineland 2024, O evento, que celebra a cultura pop, divulgou o mapa, as marcas participantes e novas atrações durante o Jump On, um pré-evento que contou com a presença de autoridades.

Com a promessa de ‘ocupar’ a cidade, o Imagineland 2024 planeja realizar ações no Centro de Convenções, orla e Espaço Cultural. O organizador do evento, Peter Jordan, expressou sua satisfação com as melhorias, destacando a ênfase em entreter e proporcionar felicidade aos habitantes da Paraíba.

Durante o lançamento do evento, João Azevêdo destacou a importância de, pela segunda vez, o Governo da Paraíba apoiar a realização do Imagineland. “Pelo sucesso deste evento no ano passado, com quase 30 mil pessoas, eu não tenho dúvida nenhuma de que o sucesso em 2024 será ainda maior. E o Governo se sente feliz por apoiar um evento dessa magnitude — de cultura pop, com cosplay, cartum, toda a diversidade que existe nessa área”, disse.

“O Imagineland, assim como os grandes eventos que a Paraíba tem sediado ou realizado, movimenta toda uma cadeia — e a rede hoteleira com altas taxas de ocupação.  Mas acima de tudo é uma grande oportunidade de divulgação do nosso Estado”, observou o chefe do Executivo estadual.

Para o prefeito Cícero Lucena um momento fundamental para gerar emprego, renda e fortalecer o turismo.


“Estamos proporcionando, não só a oportunidade dessas pessoas participarem, mas também a chance de gerar emprego, de melhor distribuir a renda, de ofertar João Pessoa ser mais conhecida, usando uma ferramenta fundamental que é a internet, que são os canais que Imagineland usa para divulgação dos seus produtos, dos seus eventos. Estamos trazendo os maiores eventos do Brasil em termos de game, com a parceria do Governo do Estado”, afirmou Cícero.