Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Paraíba vai investir R$10 milhões para contenção do avanço do mar em nove municípios

O Programa Estratégico de Estruturas Artificiais Marinhas (Preamar-PB) será ampliado. Nesta nova fase, o Programa irá tratar também do gerenciamento costeiro integrado dos nove municípios do litoral paraibano, identificando os pontos de erosão marinha e propondo, através do conhecimento científico, as medidas necessárias para esta contenção. A ação contará com cerca de R$ 10 milhões em investimentos do Governo da Paraíba. 

O governador João Azevêdo assina o acordo de ampliação nesta segunda-feira, 29 de janeiro, às 10h, no Pavilhão de Congressos do Centro de Convenções de João Pessoa. A solenidade terá a presença da reitora do IFPB, Mary Roberta Meira Marinho, e do procurador do Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba, Bruno Galvão. 

O Preamar-PB, que inicialmente contemplava a instalação de recifes artificiais marinhos, áreas temáticas para o mergulho contemplativo e a restauração de ecossistemas coralíneos naturais em João Pessoa, Cabedelo, Lucena e Conde expandirá o estudo para Pitimbu, Rio Tinto, Marcação, Baía da Traição e Mataraca. A ampliação do Preamar-PB é resultado de uma parceria entre o Governo do Estado da Paraíba, por meio da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), o IFPB e seu Polo de Inovação, por meio da Fundação de Educação Tecnológica e Cultural da Paraíba (Funetec), e o MPF-PB.

O objetivo do Programa nessa nova fase é realizar um diagnóstico ambiental que possibilitará a compreensão dos fenômenos naturais, do uso e da ocupação do solo e do ambiente marinho, além de identificar as vulnerabilidades presentes nos municípios litorâneos da Paraíba, em longo prazo. O mapa final de intervenções contendo a indicação das medidas corretivas para as obras de proteção serão entregues em um ano e oito meses após esta assinatura.

“Esta ampliação representa um salto qualitativo para o Preamar-PB. Além de continuar promovendo a conservação marinha e o ecoturismo, agora, poderemos realizar um planejamento ambiental informado e proativo, protegendo nossas costas para as futuras gerações” enfatizou o o coordenador-geral do Preamar-PB, o professor do campus Cabedelo Centro do IFPB, Cláudio Dybas.

“Há um ano iniciávamos a parceria com o IFPB, visando regenerar os nossos recifes naturais e criar recifes artificiais, além de museus subaquáticos em parte do nosso litoral, elevando o nível do mergulho contemplativo em nossas praias. E isso é um importante produto turístico. Agora, tendo o reconhecimento e parceria de outras instituições, como o MPF, o projeto cresceu e podemos dizer que através da ciência apresentaremos à sociedade as melhores medidas para conter o avanço do mar em nosso litoral. É a Paraíba se posicionando globalmente como um estado que demonstra que há possibilidade de haver desenvolvimento econômico de forma efetivamente sustentável”, comemorou o diretor presidente da Cinep, Rômulo Polari.

Os recursos serão destinados ao diagnóstico e ao monitoramento ambiental, visando à prevenção de erosão costeira e ao planejamento contra eventos climáticos extremos. A iniciativa pretende evitar soluções de curto prazo que, sem uma análise contextual, poderiam acarretar mais danos do que benefícios aos nove municípios do litoral paraibano.

A cerimônia desta segunda contará com a presença de diversas autoridades, além de figuras proeminentes, como o professor Frederico Pereira Brandini, do Instituto Oceanográfico da USP e o conhecido navegador Capitão Vilfredo Schürmann, da familília Schürmann.

Sobre o Preamar-PB

O Preamar-PB nasceu a partir da proposta de instalar recifes artificiais marinhos, desenvolver áreas temáticas para o mergulho contemplativo e restaurar ecossistemas coralíneos naturais. Essas iniciativas visam não apenas auxiliar na recuperação da biodiversidade, mas também promover o turismo náutico e subaquático sustentável, contribuir para o manejo da pesca na Paraíba, além de promover diversas outras ações socioambientais.

Em reconhecimento à profundidade e ao valor dos estudos técnicos e científicos efetuados ao longo de 2023, as entidades parceiras perceberam o impacto que essas pesquisas poderiam ter na formulação de políticas públicas. Dessa constatação, nasceu a decisão de se ampliar o Preamar-PB, transformando-o em um pilar para a gestão integrada e sustentável do litoral paraibano, promovendo não só a conservação ambiental, mas também o desenvolvimento socioeconômico da região.

Esse investimento simboliza um novo capítulo para a Paraíba e para o Brasil no que diz respeito à gestão consciente e sustentável dos ecossistemas litorâneos. O Preamar-PB emerge como um exemplo de como a ciência e o compromisso ambiental podem se integrar, traduzindo-se em ações concretas para o bem estar econômico e ecológico.

Serviço: