Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Desembargador mantém prisões de Padre Egídio e ex-diretora do Padre Zé

Diretores Do Hospital Padre Ze Foto Reproducao 800x533

O desembargador Ricardo Vital de Almeida, do Tribunal de Justiça da Paraíba, rejeitou, na tarde desta segunda-feira (04), o recurso impetrado pela defesa de Padre Egídio de Carvalho e Jannyne Dantas, ex-diretora do Hospital Padre Zé, contra a decisão que decretou a prisão da dupla por suspeita de desvios de recursos destinados à unidade de saúde.

Egídio, Jannyne e Amanda foram presos durante a segunda fase da Operação Indignus, em 17 de novembro. Anteriormente, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) também já tinha rejeitado o pleito para que Egídio fosse solto.

O sacerdote argumentava que precisava cumprir prisão domiciliar para cuidar da mãe. A tese, porém, não foi acatada por Vital. “Não há nos autos prova alguma de ser o recorrente a única pessoa da família capaz de prestar os indispensáveis cuidados da mãe e da irmã”, escreveu o desembargador.