Diante da pressão do Palácio do Planalto e do Congresso, presidente da Petrobras deve renunciar nesta segunda

Diante da pressão do Palácio do Planalto e do Congresso, presidente da Petrobras deve renunciar nesta segunda

Diante da pressão do Palácio do Planalto e do Congresso, o presidente da Petrobras, José Mauro Coelho, deve entregar o cargo ainda hoje. A informação foi antecipada pelo Globo e confirmada por O Antagonista.

A demissão de Coelho, que assumiu o cargo em abril, pode ser acompanhada da saída dos conselheiros. A atual gestão da companhia virou alvo de intensos ataques por parte de Jair Bolsonaro, Ciro Nogueira e Arthur Lira, desde o anúncio de novo reajuste na semana passada.

O presidente da Câmara chegou a chamar o executivo de “ilegítimo”.

O governo já até indicou como substituto Caio Paes de Andrade, secretário especial de Desburocratização. Coelho, porém, se agarrou ao cargo para não entrar para a história como o presidente mais breve da companhia.

Bolsonaro tem pressionado pela instalação de uma CPI sobre a política de preços da Petrobras e Lira reunirá o colégio de líderes hoje, na residência oficial da Câmara, para debater o tema.

Fonte: Com o Antagonista

Comentários

Outras Notícias