Prefeitura de João Pessoa inicia nas escolas projeto de enfrentamento ao feminicídio

Prefeitura de João Pessoa inicia nas escolas projeto de enfrentamento ao feminicídio

A Prefeitura de João Pessoa inicia nas escolas da rede municipal, na próxima segunda-feira (22), um projeto de conscientização e enfrentamento ao feminicídio, em conformidade com a Lei Municipal 14.210/2021. O trabalho será realizado em parceria entre as Secretarias Extraordinária de Políticas Públicas para Mulheres (SEPPM) e de Educação e Cultura (Sedec). A ação também integra a programação dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

O primeiro encontro do projeto vai acontecer na Escola Municipal Violeta Formiga, no bairro de Mandacaru, a partir das 9h30. A data foi escolhida para lembrar o assassinato de uma aluna de 14 anos, que ocorreu em 2014. Na época, um adolescente de 15 anos invadiu a escola e praticou o crime.

“A gestão do prefeito Cícero Lucena fala de cuidar e nós, enquanto secretaria defensora dos direitos das mulheres, vamos fazer de tudo para chamar a atenção da sociedade no combate ao feminicídio. A escola é um lugar de formar cidadãos de bem e, por isso, essa ação é de grande importância. É aprender desde cedo que as mulheres devem ser respeitadas”, ressaltou a secretária da SEPPM, Nena Martins.

Lei Municipal – O projeto cumpre a Lei Municipal 14.210/2021, de autoria do vereador Dinho Dowsley. A lei estabelece o dia 21 de novembro como data para que as escolas realizem palestras e ações voltadas para o enfrentamento da cultura do feminicídio. “Propus o enfrentamento do feminicídio nas escolas porque entendo que é preciso combater a cultura da violência contra a mulher e esse é um trabalho que tem que ser feito desde cedo”, comentou Dinho Dowsley.

Segundo a secretária da Mulher de João Pessoa, a ideia é ampliar, nos próximos anos, o projeto para que ocorra em todas as escolas do município, como estabelece a lei.

Comentários

Outras Notícias