Prefeitura de João Pessoa amplia grupo para vacinação contra Influenza nesta terça

Prefeitura de João Pessoa amplia grupo para vacinação contra Influenza nesta terça

A partir desta terça-feira (11), a Prefeitura de João Pessoa amplia os grupos que vão receber a vacinação que previne contra a Influenza. Além das gestantes, puérperas e crianças de seis meses a menores de cinco anos, 11 meses e 29 dias, poderão ser vacinados trabalhadores de saúde que atuam na rede hospitalar e especializada, professores e idosos a partir de 60 anos.

Os grupos de outras etapas serão ampliados conforme o recebimento de novas doses e orientação do Ministério da Saúde. As pessoas que fazem parte dos grupos que já podem se vacinar, podem se dirigir, de segunda a sexta-feira, às Unidades de Saúde da Família (USF) de referência para assistência, no horário das 7h às 11h e 12h às 16h; policlínicas municipais, das 7h às 17h; e Centro Municipal de Imunizações, no período das 8h às 16h.

“É importante que os usuários se atentem para o intervalo entre as vacinas. Quem tomou a primeira dose da vacina que previne contra Covid-19 ou tomará nos próximos dias a segunda dose do imunizante, não pode receber a vacina que previne contra Influenza ou qualquer outra vacina do calendário de rotina, num prazo de 14 dias”, informou Fernando Virgolino, coordenador da seção de Imunização da Secretaria de Saúde de João Pessoa

Os trabalhadores de saúde da rede especializada podem procura procurar os serviços de referência para tomar a vacina. Já os profissionais da rede hospitalar, poderão receber ser vacinados no próprio local do serviço, com as equipes da seção de imunização. A segunda etapa da vacinação que previne a gripe será em 8 de junho.

Documentação – Para vacinação, os trabalhadores de saúde e os professores deverão apresentar documento de identificação com foto e comprovante (declaração, carteira do conselho de classe ou contracheque) de vínculo com a empresa ou instituição onde atua.

O imunizante – A vacina contra a gripe não tem eficácia contra o novo coronavírus, mas a imunização vai ajudar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para Covid-19, já que alguns dos sintomas são parecidos com os da gripe. O objetivo é reduzir as complicações, internações e a mortalidade decorrentes das infecções provocadas pelos vírus Influenza, e também desafogar os serviços de pronto atendimento.

A vacina protege contra os três tipos de vírus que mais circulam no hemisfério sul: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2). Há um alerta para quem se vacinou contra a Covid-19: essas pessoas deverão respeitar um intervalo de 14 dias para tomar outras vacinas do calendário vacinal, inclusive a desta campanha, que previne contra a influenza.

Comentários

Outras Notícias