Monitorado: STJ mentém cautelar do TJPB e Ricardo Coutinho permanece com tonozeleira eletrônica

Monitorado: STJ mentém cautelar do TJPB e Ricardo Coutinho permanece com tonozeleira eletrônica

 

O ex-governador Ricardo Coutinho teve indeferido nesta quita-feira (5), pela ministra do Superior Tribunal de justiça, Laurita Vaz o pedido para retirada da tornozeleira eletrônica imposta como cautelar pelo desembargador do Tribunal de justiça, Ricardo Vital.

O habeas corpus impetrado pela defesa de Coutinho que pedia a retirada da tonozelira foi publicada na movimentação do processo.

 Apontado como chefe da Organização Criminosa responsável por desvio de dinheiro público da Saúde e Educação do Estado, Ricardo segue usando o acessório por determinação do Tribunal de justiça da Paraíba

Comentários

Outras Notícias