Após prefeito eleito perder mandato na justiça, TSE autoriza nova eleição em Cachoeira dos Índios

Após prefeito eleito perder mandato na justiça, TSE autoriza nova eleição em Cachoeira dos Índios

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou a realização de eleição suplementar no município de Cachoeira dos Índios, Sertão paraibano. A cidade é atualmente administrada pelo presidente da Câmara de Vereadores, José de Souza Batista, após o prefeito eleito, Allan Seixas, perder ação na justiça, que entendeu que ele exerceria um terceiro mandato.

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) informou que já se prepara para realizar o pleito.

Allan Seixas (PSB) foi o mais votado para prefeito com 52,26% dos votos. Ainda em 2020, Allan sofreu uma derrota no TSE. A corte entendeu que agora ex-prefeito de Cachoeira dos Índios não poderia ser empossado porque ele estaria indo para um terceiro mandato à frente da gestão municipal.

A impugnação se deu pelo motivo de Allan ter assumido por uma semana a Prefeitura, entre 31 de agosto e 8 de setembro de 2016, época que era vice-prefeito, e logo em seguido ter sido eleito prefeito em 2016.

Desde o dia 1º de janeiro o município estava sem vereador eleito, aguardando decisão da justiça eleitoral sobre realização de novas eleições.

Fonte: Com Mais PB

Comentários

Outras Notícias