Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

João Pessoa sedia a partir de hoje I Encontro de Prostitutas do Nordeste

Prostitutas de sete dos nove estados do Nordeste vão se reunir em João Pessoa na terça-feira (28) e quarta-feira (29), no I Encontro de Prostitutas de Comunicação e Prevenção, que será realizado no JR Hotel, no Centro de João Pessoa. O objetivo é ampliar a formação das prostitutas, discutir as estratégias de atuação das lideranças no âmbito local, regional e nacional.

A intenção é também avaliar os projetos em execução financiados pelo Ministério da Saúde e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), conforme a coordenadora geral da Associação das Prostitutas da Paraíba (Apros-PB), Luza Maria.

A discriminação contra as prostitutas ainda existe, mas a gente decidiu se organizar, investir na formação de lideranças e cobrar a efetivação de políticas públicas para mulheres prostitutas”, iniciou.

Ela relatou que a Associação tem realizado a Caravana de Prevenção pelo Nordeste, cursos de Direitos Humanos financiados pelo Fundo dos Direitos Humanos que possibilitou chegar em São Luiz (MA), Maceió (AL) e Natal (RN). Também foram realizados os seminários de prevenção, financiados pelo Pnud em Campina Grande e Salvador (BA).

“Com esse encontro, vamos poder discutir as estratégias para fortalecer o movimento de prostitutas a partir da formação das lideranças e da avaliação do impacto de todos esses projetos que estamos executando pelo Nordeste”, afirmou. 

Estarão em João Pessoa prostitutas que são lideranças dos estados do Piauí, Maranhão, Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Norte, da Bahia e da Paraíba, que sedia o encontro.

Programação

A mesa de abertura será às 9h do dia 28 com o tema “Enfrentamento à violência contra a mulher”. A partir das 14h, ocorrerá uma Oficina de Comunicação e Prevenção e, em seguida, o lançamento dos livros ‘Puta história’, de Fátima Medeiros; e ‘Prostituição e comunidade’, de Célia Gomes.

No dia 29, o encontro terá um componente mais político-institucional com a mesa “Prevenção combinada”, às 9h; e a partir das 14h, a reunião do Movimento das Prostitutas, com as principais lideranças regionais e as que representam a Rede Brasileira de Prostitutas, a Central Única de Trabalhadores e Trabalhadoras com as principais lideranças regionais e as que representam a Rede Brasileira de Prostitutas, a Central Única de Trabalhadores e Trabalhadoras Sexuais e a Articulação Nacional de Profissionais do Sexo.

De acordo com a coordenadora geral da Associação das Prostitutas da Paraíba (Apros-PB), Luza Maria, o intuito é avaliar a partir do panorama social “o que avançamos e o que queremos para o futuro”, disse.