Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Polícia da PB prende no Rio de Janeiro mentor de estupro coletivo e mortes de mulheres em Queimadas

Na manhã desta terça-feira (19), a Polícia Civil da Paraíba, em uma operação conjunta com a Polícia Civil do Rio de Janeiro, efetuou a prisão de Eduardo dos Santos Pereira, o mentor do caso conhecido como “barbárie de Queimadas”.

Eduardo, que estava foragido desde novembro de 2020, foi condenado a uma pena de 108 anos de prisão pelo crime ocorrido na madrugada de 12 de fevereiro de 2012, quando um estupro coletivo planejado resultou na morte de duas mulheres durante uma festa de aniversário na cidade de Queimadas, no Agreste paraibano.

Após a condenação, Eduardo dos Santos Pereira fugiu da Penitenciária de Segurança Máxima Doutor Romeu Gonçalves de Abrantes, em João Pessoa, conhecida como PB1, permanecendo foragido por mais de um ano.

A Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco) liderou a operação que culminou na captura do acusado, com o apoio da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Agora, Eduardo dos Santos Pereira será levado de volta à Paraíba para cumprir sua pena.