Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Por determinação judicial, vereador João Sufoco tem seu retorno à Câmara de Alhandra; deputado Branco Mendes comemora

Em uma reviravolta judicial, o vereador João Sufoco, do Partido União Brasil, tem seu retorno à Câmara de Alhandra assegurado de forma imediata. 

A decisão foi proferida pela juíza Daniere Ferreira de Souza, destacando a garantia do contraditório e ampla defesa, fundamentais em processos judiciais ou administrativos.

A determinação foi celebrada pelo deputado Branco Mendes, que denunciou a ação como parte de um ambiente de ditadura municipal onde o contraditório é reprimido.

O deputado enfatizou que a cassação do vereador foi conduzida de forma arbitrária e irregular, destacando a ausência do vereador na sessão decisiva devido a um atestado médico previamente comunicado à Câmara. Branco acusou os parlamentares de agirem para agradar o prefeito Marcelo Rodrigues, tentando calar a voz de João Sufoco na tribuna da Casa Legislativa.

João Sufoco, conhecido por suas denúncias contra irregularidades e corrupção na gestão municipal, foi alvo de uma cassação que, segundo a juíza Daniere Souza, carecia de transparência e respeito ao processo legal. A decisão judicial também incluiu a notificação do Ministério Público sobre o ato controverso da Câmara Municipal de Alhandra.

A cassação do vereador, ocorrida em 8 de fevereiro sob a presidência de Irmão Beto, gerou questionamentos sobre a integridade do processo e a garantia dos direitos democráticos. João Sufoco, eleito com mais de 500 votos, é reconhecido como uma voz de oposição que busca zelar