Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Cícero Lucena projeta geração de renda e oportunidades para atletas paraibanos se destacarem nos Jogos da Juventude

O prefeito Cícero Lucena disse, nesta terça-feira (4), durante a solenidade que oficializou João Pessoa como sede dos Jogos da Juventude, em novembro deste ano, que o evento esportivo terá impacto na economia e geração de renda e empregos na cidade e ainda será uma vitrine para os atletas paraibanos. O administrador municipal integrou a comitiva de gestores para apresentação dos jogos, ao lado do governador da Paraíba, João Azevedo, e do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Paulo Wanderley.

“Pelos números que aqui foram mostrados, de geração de emprego que vai ocorrer, de fornecimento, de apoio às empresas receptivas, de transporte, de hospedagem, de fornecimento de alimentação, nós temos também esse momento como mais uma etapa do esforço do Governo do Estado em divulgar a Paraíba e a cidade de João Pessoa. Nós temos a felicidade, aqui, em João Pessoa, a meta de transformar a cidade na capital saudável desse país em prática de esportes. Onde só em corrida de rua, nós já temos mais de 42 por ano”, afirmou o prefeito.

A competição reunirá 4.500 atletas dos 26 estados do Brasil e ainda do Distrito Federal na faixa etária de 15 a 17 anos. O governador João Azevedo também destacou a importância do evento para além do âmbito esportivo, com impacto na rede hoteleira girando em torno de 34 mil diárias, além dos serviços de transporte, restaurantes e toda uma cadeia.

“O que nós estamos falando aqui é da realização de um evento que tem uma importância extraordinária para o esporte. E ele está inserido num planejamento de grandes eventos em João Pessoa, a exemplo do Imagineland e Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Vamos ter, de novo, o sucesso que foi para o turismo, para a cidade, o ano de 2023, que registrou 96% de ocupação da rede hoteleira”, projetou o governador.

O presidente do COB, Paulo Wanderley, elogiou a estrutura de equipamentos esportivos de João Pessoa – fundamental para sua escolha – e disse que o evento deixará um legado para a cidade. “Os Jogos Olímpicos da Juventude reúnem mais de quatro mil atletas, no total são mais de seis mil pessoas envolvidas. Um dos nossos objetivos, nessa competição, é oferecer para as modalidades olímpicas por meio de ações que visam a formação de atletas e jovens profissionais do esporte. Mas não só isso, os Jogos da Juventude, além de ser uma vitrine, funcionam para promover a amizade, o respeito e a excelência”, afirmou.

O secretário de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer), Kaio Márcio disse que a Prefeitura estará empenhada para fazer da cidade referência no esporte juvenil. “Eu tive a satisfação de disputar os Jogos, o meu primeiro foi em 1997. Agora, como gestor, vamos trabalhar para trazer algo bem mais moderno, em nível nacional, para que todos os participantes possam ganhar muito com isso, principalmente os esportistas de João Pessoa. Eles não vão precisar se deslocar para outro lugar, e poderão disputar em casa um evento de alto rendimento, de outro nível. E eu espero que seja um evento extremamente sucesso para todo mundo”.

Já o secretário de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Lindolfo Pires, disse que o Governo do Estado já deu início ao planejamento. “Teremos com a ABIH, com a PBTur, com a Secretaria de Turismo, já para preparar João Pessoa para os leitos que serão necessários para sediar tão grande evento. Nós temos o ginásio, nós temos as piscinas, nós temos as praças para praticar todos os esportes aqui”, explicou.