Testes com vermífugo nitazoxanida contra Covid-19 entram na segunda fase

Testes com vermífugo nitazoxanida contra Covid-19 entram na segunda fase

Os testes com a substância nitazoxanida para combater a infecção pela Covid-19 entraram na segunda fase, informou em entrevista coletiva, nesta terça-feira (19), o ministro Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia).

Pontes explicou que, a partir de agora, a substância será administrada em pacientes na fase inicial da doença. A nitazoxanida é o princípio ativo de um vermífugo conhecido comercialmente como Annita.

Na coletiva, a pasta explicou que espera divulgar os primeiros resultados ainda neste mês. Serão mais 500 pacientes testados 17 hospitais universitários. 

"Vamos fazer um teste com tratamento precoce. Se a pessoa testou positivo [para Covid-19], ela já pode entrar para o teste [com nitazoxanida]”, disse Pontes. Na primeira fase, só participaram pacientes com sintomas mais graves.

Segundo Pontes, os testes com a substância começaram em fevereiro e, dos 2 mil medicamentos testados, cinco chegaram à fase final. Destes cinco, a nitazoxanida mostrou resultados considerados mais promissores. O ministro informou que a substância foi capaz de inibir a carga viral em 94%.

“É um medicamento que tem efeitos reconhecidamente antivirais. No passado, ele já foi utilizado nesse país em uma epidemia de rotavírus com muito sucesso”, acrescentou o brigadeiro Geraldo José Rodrigues, diretor-técnico do Hospital das Forças Armadas. 

Pesquisas

Na entrevista coletiva, o ministério anunciou a liberação de R$ 150 milhões em uma chamada pública para o desenvolvimento de produtos nacionais para serem usados no combate ao novo coronavírus, como ventiladores pulmonares, testes e equipamentos de proteção.

O ministro ainda anunciou a liberação de R$ 5 milhões para o desenvolvimento de vacina contra a Covid-19 em conjunto com os outros países do Brics (Rússia, Índia, China e África do Sul). 

Comentários

Outras Notícias