Ricardo X GAECO: contestando provas da Calvário defesa do ex-governador provoca o MPPB que em nota esclarece fatos

Ricardo X GAECO: contestando provas da Calvário defesa do ex-governador provoca o MPPB que em nota esclarece fatos

Após polêmica protagonizada na mídia no dia de ontem entre o ex-governador e membros do GAECO sobre detalhes na Operação Calvário, o clima esquentou com a alegação da defesa de Ricardo Coutinho de que o órgão havia adulterado provas de áudios gravados pelo Operador da Cruz Vermelha Brasileira, Daniel Gomes e o então governador. O MPPB em nota rebateu e esclareceu os fatos. Confira:

 

NOTA

O Grupo de atuação especial contra o crime organizado (GAECO/MPPB) vem a público, informar que todas as colaborações foram homologadas, nos mais diversos juízos, Superior Tribunal de Justiça, Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba (2° e 1°grau),  e os áudios depositados pelo colaborador Daniel Gomes da Silva foram acostados em sua colaboração perante o Superior Tribunal de Justiça,  submetidos ao setor técnico científico da polícia federal (perícia), que atestou a integridade e posteriormente compartilhadas com os mais diversos juízos.

Demais disso, é importante ressaltar que a colaboração é tão somente meio de obtenção de prova, portanto  todas as ações penais aviadas em face dos múltiplos denunciados no curso da Operação Calvário,  se lastreiam em diversas matrizes de prova qualificadas, seguindo os mais rígidos critérios da boa prática jurídica

 

Comentários

Outras Notícias