O puxa e encolhe do PT: Em defesa de Ricardo Coutinho, Gleisi Hoffmann sinaliza rompimento com o governo de João Azevêdo

O puxa e encolhe do PT: Em defesa de Ricardo Coutinho, Gleisi Hoffmann sinaliza rompimento com o governo de João Azevêdo

Após reuniões e indefinições entre o PT estadual e o governador João Azevêdo (Cidadania), nesta quinta-feira (6), a presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann deixou no ar que o partido deve romper com o atual governo da Paraíba.

Gleisi em mensagem à executiva na Paraíba, a dirigente pede que a reunião extraordinária do partido, marcada para esta sexta-feira (7), a fim de discutir a permanência na base do governo, seja adiada.

“Não é uma questão de cargo ou de posição como querem fazer crer alguns dos nossos adversários ou mídia. Tem de que ser um debate mais aprofundado, que deve dialogar com o projeto nacional do partido e nossa estratégia para recuperar o Brasil para mão do povo. Em nome da direção nacional, peço ao companheiro Jackson, que suspenda a reunião de sexta-feira para que tenhamos tempo de sentar e conversar”, disse.

A petista, presta solidariedade ao a Ricardo Coutinho (PSB), denunciado pela Operação Calvário por desvios de recursos públicos na Saúde e Educação do estado. Ela ressalta a aliança com o PSB no âmbito nacional, construída a partir da relação com o ex-governador.

 

Comentários

Outras Notícias