João Azevêdo dá o tom da reunião com a equipe e diz que somente ele e a vice-governadora, Lígia têm estabilidade no governo

João Azevêdo dá o tom da reunião com a equipe e diz que somente ele e a vice-governadora, Lígia têm estabilidade no governo
Foto: Walla Santos/Click PB

Na reunião que aconteceu na manhã de hoje (07), convocada pelo governador com todos os secretários e auxiliares da administração indireta, João voltou a afirmar que somente ele e Lígia, vice-governadora têm estabilidade no governo e admitiu a possibilidade de fazer ajustes na equipe.

“Mudança de secretario e mudança de equipe é uma coisa comum. E isso vai acontecer até o último dia do Governo. Sempre que houver necessidade, eu farei com a maior tranquilidade. Para os quatro anos somente o meu mandato e o da vice-governador Lígia Feliciano. O restante são cargos de confiança. Se houver necessidade de mudança eu farei, sem problema nenhum”, ressaltou o governador antes do início da reunião com os secretários no Centro de Convenção.

Sobre a crise no PSB, o governador voltou a dizer que “partido é partido, governo é governo”. E acrescentou que se alguém da equipe não conseguir fazer essa distinção terá que deixar o Governo. Questionado se temia algum tipo de boicote interno, ele ressaltou que se for observado algum movimento no sentido de lentidão nos trabalhos, serão tomadas as providências necessárias.

Comentários

Outras Notícias