Cícero Lucena assume compromisso com redução das desigualdades e recebe apoio da Frente Popular de Favelas e Periferias de João Pessoa

Cícero Lucena assume compromisso com redução das desigualdades e recebe apoio da Frente Popular de Favelas e Periferias de João Pessoa

O candidato do Progressistas à Prefeitura de João Pessoa, Cícero Lucena, assinou carta de compromisso com a melhoria urbana e a redução das desigualdades sociais na cidade, durante encontro com 26 líderes da Frente Popular de Favelas e Periferias na noite deste domingo (22). No documento, Cícero assume o compromisso de fazer uma gestão voltada aos que mais precisam e que promova a redução das desigualdades sociais.  

“Entendemos que a gestão de uma cidade deve atender as especificidades e as diversidades nela existentes, e que, portanto, só pode ser efetiva, ouvindo, pautando e construindo de forma coletiva, para sanar as seqüelas provocadas pelas desigualdades sociais que só crescem em nosso país”, afirmou.

Cícero Lucena disse aos 26 representantes da Frente Popular de Favelas e Periferias (FPFP) que “nossa trajetória já inclui um olhar cuidadoso para esses territórios e seus desafios e fico feliz em ver esse movimento se juntar a nossa campanha, para qualificar e legitimar ainda mais esse futuro governo, que se coloca em permanente diálogo com a população mais vulnerável”, agradeceu.
 
Presente ao encontro, o senador Diego Tavares, também do Progressistas, destacou que ficou bastante feliz em ver a potência das favelas e, também, por ter sido o interlocutor desse processo. “Cícero tem a experiência para tocar a nossa cidade diante dos desafios  que temos pela frente. É também alguém com a sensibilidade social necessária para esse momento de profundas dificuldades para o nosso povo. Reitero meu compromisso em seguir essa mediação para que possamos executar, em João Pessoa, a gestão mais inclusiva possível”, garantiu.
 
Ao final do encontro, as 26 lideranças sociais hipotecaram apoio a candidatura de Cícero Lucena, que assinou a carta compromisso com o movimento que está espalhado em diversas comunidades da Capital.

Comentários

Outras Notícias