Candidatíssimo: Cícero reafirma disputa pela prefeitura de João Pessoa

Candidatíssimo: Cícero reafirma disputa pela prefeitura de João Pessoa

Numa entrevista exclusiva na manhã deste domingo ao site “Os Guedes”, o ex-senador Cícero Lucena reafirmou sua pré-candidatura a prefeito de João Pessoa nas eleições adiadas para novembro pela Justiça Eleitoral e disse não acreditar em inelegibilidade, muito menos em ameaça de condenação contra ele, por alegadas pendências junto ao Tribunal de Contas da União relativas a supostas inconsistências em balancetes correspondentes ao período em que foi gestor da capital. Lucena, que pretende concorrer pelo Partido Progressistas, também negou que o projeto de candidatura seja movido por sentimento de vingança contra adversários políticos como o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), que teria sido um dos mentores das acusações que levaram ao seu envolvimento na Operação Confraria, na qual – assegura – foi inocentado após paciente trabalho de defesa comandado por seus advogados.

– O que eu quero, sinceramente, é voltar a contribuir para o desenvolvimento de João Pessoa, tornando realidade demandas prementes de diversos setores que não têm sido contempladas pela atual administração. Não me movem intenções mesquinhas ou sentimentos menores contra quem quer que seja – expressou o ex-senador, que foi eleito prefeito da Capital pela primeira vez em 1996 e reeleito em 2000. Em 2012, Cícero tentou voltar ao executivo pessoense, competindo pelo PSDB (do qual se desfiliou recentemente), e chegou a passar para o segundo turno, quando perdeu para Luciano Cartaxo, então PT, que está concluindo o segundo mandato. A candidatura de Ricardo, novamente, a prefeito, não tem sido massificada pelo PSB, que sinaliza o lançamento da ex-secretária Amanda Rodrigues, atual esposa do ex-governador e neófita em embates políticos-eleitorais.

Cícero Lucena, nas declarações à reportagem, acenou com a perspectiva de obter liminar que lhe assegure registro como candidato até o desfecho das alegadas pendências. Mas o que ele demonstra mesmo é confiança absoluta na sua elegibilidade e, para tanto, adiantou que vem trabalhando, junto com uma equipe preliminar, na formulação de propostas que possibilitem um salto de qualidade no progresso e no bem-estar da população de João Pessoa. Empresário do segmento da construção civil, Lucena se lançou na atividade política em 1990, como candidato a vice-governador na chapa encabeçada por Ronaldo Cunha Lima (PMDB), que foi vitoriosa em segundo turno, derrotando Wilson Braga, recentemente falecido. Coube-lhe completar o mandato de Ronaldo quando este se desincompatibilizou para concorrer ao Senado em 1994. Cícero foi, também, secretário de Políticas Regionais no governo de Fernando Henrique Cardoso e secretário de Estado na gestão Cássio Cunha Lima, tendo exercido cargos importantes na Mesa do Senado.

Indagado sobre as verdadeiras causas do seu desligamento do PSDB, que chegou a presidir no Estado, Cícero Lucena rechaçou especulações de que tenha se sentido magoado na legenda por falta de apoio ou de espaços para militar politicamente. Frisou que a decisão teve caráter pragmático e foi tomada depois que o deputado federal Ruy Carneiro deu-lhe ciência de que pretende voltar a concorrer à prefeitura de João Pessoa este ano, como o fez em 2004, sem êxito. “Mas não há arestas remanescentes da passagem pelo PSDB”, asseverou o ex-parlamentar. A sua nova candidatura a prefeito ganhou impulso, pelo seu relato, com ofertas de apoio e engajamento de líderes de expressão do PP, ao qual resolveu se filiar. O partido, no Estado, é presidido pelo atual vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro, e tem como expoentes principais a senadora Daniella Ribeiro e o deputado federal Aguinaldo Ribeiro, vinculado ao “Centrão”.

Cícero disse que se considera capaz de apresentar propostas inovadoras para os desafios que João Pessoa enfrenta em virtude da sua expansão e do fortalecimento de setores produtivos que movimentam a economia local em diferentes ramos de atividade. Para tanto, aposta na experiência que diz ter adquirido nas oportunidades em que esteve à frente da municipalidade pessoense, bem como nos canais de interlocução e influência que pôde firmar com sua passagem pelo cenário nacional. “Quero discutir o melhor para João Pessoa e estarei atento às propostas que forem formuladas”, fechou. Ele confirmou que pretende fazer composições com outros partidos, até para efeito de indicação de candidatura a vice, mas não sinalizou nomes de cotados nem mencionou siglas com quem pode dialogar.

Fonte: Os Guedes

Comentários

Outras Notícias