Calvário: Com 'provável' acordo de delação, juiz manda soltar Edvaldo Rosas e Pietro Harley

Calvário: Com 'provável' acordo de delação, juiz manda soltar Edvaldo Rosas e Pietro Harley

Após "provável" acordo de delação premiada com Ministério Público Estado (MPE) o ex-presidente do PSB estadual Edvaldo Rosas e o empresário Pietro Harley Felix, presos na última fase da Operação Calvário, foram liberados. A Justiça deferiu nesta segunda-feira (1) o pedido feito e, com a decisão do juiz Adilson Fabricio, da Primeira Vara, eles serão soltos.

Com o pedido aceito, as medidas cautelares que eles terão que cumprir são: comparecer periodicamente em juízo, no prazo e nas condições fixadas pelo juiz, para informar e justificar atividades, recolhimento domiciliar no período noturno e nos dias de folga e monitoramento eletrônico.

A delação de Edvaldo Rosas causa pânico no meio politico paraibano, principalmente entre alguns deputados governistas e prefeitos que receberam nos últimos anos o trato com o super poderoso ex-presidente do PSB e responsável pela condução das campanhas de 2014, 2016 e 2018 do Partido.

Comentários

Outras Notícias