Com mais uma intervenção da nacional do PT, Giucélia Figueiredo tacha medida como "violenta e truculenta" e chama ex-governador de 'coronel'

Com mais uma intervenção da nacional do PT, Giucélia Figueiredo tacha medida como "violenta e truculenta" e chama ex-governador de 'coronel'

A direção nacional do PT votou e aprovou, nesta quarta-feira (14), por maioria, a intervenção do partido no diretório municipal da sigla em João Pessoa. A informação foi confirmada pela presidente municipal do partido na Capital, Giucélia Figueiredo.

Em entrevista à Arapuan FM, Giucélia classificou a intervenção como truculenta e violenta e que ela representa uma “fatura” dada pela direção nacional ao candidato do PSB à Prefeitura de João Pessoa, o ex-governador Ricardo Coutinho.

“Com muita tristeza, fechamos nossa participação na reunião nacional do PT onde foi aprovada a intervenção da direção nacional no municipal, de forma truculenta e violenta. Essa intervenção nada mais é do que uma retaliação ao processo legítimo e legal que resultou na candidatura de Anísio Maia. Temos acumulado vitória na Justiça Eleitoral e de forma prática a intervenção não representa nada na candidatura de Anísio”, afirmou Giucélia.

“A direção nacional está dando uma fatura ao cacique e coronel Ricardo Coutinho. A militância petista não vai se curvar a esse método de coronel e vamos continuar nas ruas promovendo a campanha do companheiro Anísio Maia”, alfinetou Giucélia.

Com a decisão de intervenção, o PT nacional vai indicar a composição do diretório da Capital, que ficará responsável pelo partido até o fim das eleições deste ano.

  • Tags
  • Intervenção,PT,Giucélia